Direto do SBGames 2012 – parte 1

Olá pessoal,

Já fazia um tempinho que não escrevia um post aqui para vocês. Devido ao pouco tempo livre, estávamos mais focados na gravação dos podcasts. Bom, o trabalho ainda continua corrido, mas aproveitei o novo layout e um evento importante para arranjar (meio que na marra) um tempinho para escrever . No post de hoje trago as primeiras impressões do maior evento sobre desenvolvimento de games do pais, o SBGames.

A 11º edição do SBGames ocorreu no início do mês em Brasília e contou com a presença de aproximadamente 10 mil pessoas, divididas entre publishers, convidados ilustres, desenvolvedores e, desde a versão do ano passado, também do público consumidor.

Participei do evento representando a Izyplay e, claro, o AoJ. Dividimos o tempo entre mostrar os últimos projetos no stand, participar das principais palestras e conhecer um pouco do trabalho dos colegas de profissão. Isso tudo acabou gerando um material bem interessante que estarei compartilhando com vocês a partir de hoje.

Bom, primeiramente, quero registrar que achei o evento muito bom e proveitoso. O SBGames realmente atingiu um outro nível de maturidade e importância no cenário nacional. O nível das palestras e os projetos lá apresentados estavam de tirar o chapéu. Claro, ainda há muito espaço para melhorias, mas quero falar do que funcionou, já que o evento foi, e ainda é, alvo de muitas críticas, em sua maioria, injustas.

As duas maiores associações nacionais ABRAGames e ACIGames marcaram presença e mostraram até um certo entrosamento. Indo contra o que a maioria dos desenvolvedores poderia imaginar. É importante que as associações caminhem para o mesmo objetivo e não dividam as opiniões. Empresas grandes, como a alemã Wooga (le-se vuga), GameHouse e Bioware participaram com stands e/ou  palestras. A trilha da indústria, recente no evento, é de longe a mais interessante e compatível com o mercado nacional. Não tenho dúvida que as outras trilhas (arte e design, computação e cultura) também estavam muito interessantes (não pude participar). Outra boa novidade foi as mesas IGDA (Internacional Game Developer Association) organizadas pelo Arthur Protasio do canal Ludo Bardo. Infelizmente não consegui organizar a agenda para participar de uma, mas o pessoal que conseguiu, achou muito boa as discussões sobre o cenário indie nacional.

Outro ponto forte foram as palestras das empresas nacionais que compartilharam um pouco de suas experiencias, desafios e também conquistas.

Confesso que fiquei bastante surpreso com o trabalho de empresas jovens que estão iniciando no mercado. No post de hoje mostrarei um pouco do trabalho do pessoal da Zeppelin. A empresa está sediada em Fortaleza e nos comentou que acompanha o AoJ há bastante tempo. É muito bacana saber que um pessoal talentoso curte o nosso trabalho aqui. :)

Vamos então a uma rápida entrevista na qual André conta um pouco do enredo e gameplay do último projeto da Zeppelin, o Choose to Chase.

Autor: Everton Vieira Ver todos os posts de
Sou Bacharel em Análise de Sistemas pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel) no ano de 1999. Minha paixão por games é de longa data. Porém, em 2003 tornei essa paixão uma profissão. Durante oito anos atuei como Game Designer e Arquiteto de Software em mais de 30 projetos de Serious Games (simuladores) para grandes empresas do país. Atualmente sou sócio-fundador da Izyplay Game Studio, onde exerço o cargo de Diretor de Criação. Além do envolvimento corporativo, também participei da organização da Pós Graduação em Arquitetura e Desenvolvimento de Jogos Digitais na FATEC SENAC Pelotas. Minha área de interesse e especialização é Game Design e Inteligência Artificial.

11 Comentários em "Direto do SBGames 2012 – parte 1"

  1. will_xalassa 21/11/2012 at 18:42 - Reply

    ótimo post. ainda não pude comparecer em nenhum evento nacional para desenvolvedores. ano que vem vou me obrigar a ir.

  2. Bárbara 22/11/2012 at 12:35 - Reply

    Se meus planos para os próximos meses derem certo, no próximo SBGames vou trazer informações sobre a trilha de Arte e Design. ;)

    Achei muito legal o trabalho da Zeppellin com as bandas independentes!
    Gosto dessa integração entre mídias de entretenimento e toda ação que visa divulgar bom trabalho merece aplausos.

    • Everton Vieira 22/11/2012 at 14:46 - Reply

      Olá Bárbara,

      Os locais para os próximos eventos já estão definidos. 2013 será em São Paulo e 2014 será em Porto Alegre. Entre outubro e novembro.

  3. Bárbara Bueno 22/11/2012 at 18:20 - Reply

    Em São Paulo?
    Mais fácil impossível! Ano que vem tô lá.

  4. Leandro 23/11/2012 at 08:48 - Reply

    Pelo visto vou deixar pra 2014 hehehe. Mas pelomenos até lá espero já chegar com alguns jogos na bagagem! :)

  5. Francisco 23/11/2012 at 10:37 - Reply

    Conheci esse estúdio uma vez que recebi uma resposta no meu blog com o link deles (não sei se era um membro/sócio do estúdio na ocasião). Vi pelo site deles que estavam bem no começo e agora é legal saber sobre trabalhos deles e que estão participando de eventos inclusive. Sorte para eles nessa empreitada, abraços

  6. Marcelo Martins 04/12/2012 at 16:29 - Reply

    Everton,

    Muito obrigado por compartilhar as informações sobre o SBGames.

    Gostei bastante da temática e da iniciativa do pessoal da Zeppelin. Essa ideia de sincronizar as músicas com as fases me soa muito interessante.

    Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho!

  7. Helio 19/12/2012 at 17:01 - Reply

    Tive a oportunidade de ir e joguei um pouco do “Choose to Chase”. Amei a iniciativa, pois é um meio de divulgação da cultura nacional e sinto falta disso nos jogos brasileiros.

  8. Cristhian 30/12/2012 at 00:28 - Reply

    Bom post, gostei.

  9. Claudio Di Capua 30/01/2013 at 20:04 - Reply

    Olá Everton,

    Estou pensando em fazer um evento dedicado a games em Pouso Alegre – MG.

    No momento estou sendo pioneiro na região oferecendo curso de formação em desenvolvimento de games multiplataforma independentes.

    Tenho um Estúdio Acadêmia de Games, onde pretendo oferecer estágio profissional para meus alunos e encaminhá-los as produtoras nacionais e de fora do Brasil.

    Gostaria de trocar umas idéias contigo a respeito.

    • Everton Vieira 31/01/2013 at 20:38 - Reply

      Olá Cláudio,

      Primeiramente, parabéns pela iniciativa. Podemos trocar algumas ideias sim. Envie um e-mail para gente para agendarmos um papo.
      contato@abrindoojogo.com.br

Deixar um Comentário