Domino Effect

CapturadeTela2013-05-21agraves211747_zps24e5d573

Olá, pessoal!

Hoje trago para vocês o case do Domino Effect, um jogo indie em processo de desenvolvimento onde o objetivo é completar as trilhas de dominós para que caiam sequencialmente.
Pode até parecer chato comigo descrevendo, mas à medida que as fases passam os desafios aumentam e ele se torna cada vez mais imersivo (como é de se esperar de um bom jogo de puzzle).
Para apresentá-lo melhor, fiz algumas perguntas ao seu criador e desenvolvedor, Gabriel Fernandes Lopes Guaitolini:

Como surgiu o conceito do jogo?
A partir de um projeto que estava desenvolvendo, onde tentei portar um jogo 2D, que um grande amigo meu fez (BlockVolve) para o Ludum Dare, para um jogo 3D. Com a dinâmica e os conceitos que estava implementando para este projeto, somado à lembranças de quando eu era menor e organizava as peças de Domino para que criassem aquela reação em cadeia, fui adaptando para que pudesse criar algo que fosse saudosista e puzzle.

Para que plataformas o jogo esta sendo desenvolvido?
Inicialmente para Windows, Osx e Linux. Espero chegar a um estado no desenvolvimento onde possa porta-lo para Android e iOs!

Em qual linguagem e engine ele está sendo desenvolvido?
Utilizo o UNITY 3D como engine e Javascript como linguagem, já que o C# se mostrou mais complicado para implementar algumas ideias que tive durante o processo.

Quais foram os maiores desafios no processo de desenvolvimento até então?
Eu encontro dificuldade em tentar resolver problemas sozinhos. O ser humano é um ser sociável. Acredito que isso se encaixe também para desenvolvimento, já que senti falta de alguém durante o desenrolar do projeto pra me ajudar com algum problema, a dar ideias, me corrigir quando houvesse necessidade, dentre outros vários fatores. Então é basicamente isso: senti falta de pessoas.

Screenshot 1

Poderia nos contar um pouco mais sobre o modo como ele foi publicado no Steam?

Publiquei o Domino Effect na Greenlight da Steam como ‘Conceito’, que nada mais é do que um espaço onde desenvolvedores postam o que estão desenvolvendo e possam dali receber o feedback do público Steam sobre sua ideia, e possam postar comentários sobre o andamento de tudo. Isso não garante que o jogo possa ser publicado pela Steam, necessitando pra isso o pagamento de uma taxa para que o jogo vá para outra área na Greenlight, e aí sim, possa ser votado para integrar a loja de jogos.

Você diria que ele está a quantos por cento de chegar em sua versão final?
É difícil mensurar. Diria que o conceito está ali. Me falta adicionar ideias, melhorar jogabilidade, aumentar o número de desafios e arrumar pequenos bugs que sejam grotescos.

Quais os próximos passos agora?
Arrumar uma equipe que se dedique ao projeto para que possamos juntos melhorar o código, adicionar novas fases, criar um sistema de pontuação, melhorar o design de menu, fases, cenário, etc e tentar portar o jogo para dispositivos móveis.

Você prevê mudanças em relação à jogabilidade? E em relação aos gráficos?
Muitas. Recebi algumas dicas de pessoas que jogaram o Domino Effect e que foram dicas incrivelmente bem pensadas, como: movimentação da peça pelo mouse, um botão para iniciar a queda das peças, dentre várias outras ideias que tenho dificuldade de implementar pela falta de equipe.
Em relação à gráficos, penso em aplicar texturas nas peças e melhorar os cenários.

O que será necessário para que a conclusão do projeto seja possível?
Dedicação e criatividade. Após inserir toda a ideia que possa aparecer e estas forem bem implementadas e mostrarem ser funcionais e divertidas, acredito que o jogo poderá ser chamado de um jogo finalizado.

Do seu ponto de vista de desenvolvedor, o que mais falta?
Sendo bem filosófico? Falta amor, carinho, cuidado, atenção com o projeto. Falta sentar e analisar o jogo como algo que vai divertir e entreter. Se sentar no lugar do jogador e criar algo que ele esteja esperando. Evitar decepções com o conceito.

Screenshot 2

Quais lições aprendeu com este projeto que gostaria de partilhar?

Aprendi que fazer o que se ama dá certo. Você pode não chegar à lugares privilegiados e ganhar dinheiro com isso, mas você pode ser feliz apenas sabendo que está fazendo o que gosta.
Em outra perspectiva, melhorei minha lógica, aprendi a ter cuidado com o design das coisas, encarei problemas que nunca havia encarado antes e aprendi com eles (como receber uma crítica ruim em um trabalho que você tanto se dedicou).

De que forma esse projeto será entregue ao público quando estiver finalizado?
Além das versões para as plataformas já citadas, gostaria de distribuir o código gratuitamente para que futuros desenvolvedores possam se inspirar em soluções que encontrarmos no projeto.
Gostaria de fazer um convite a todos que lerem isto para que entrem em contato comigo e demonstrem interesse em trabalhar não só nesse projeto, mas como em outros que possamos vir a desenvolver, não importando se você já é da área, ou se está começando, se é um programador, designer, artista e/ou só queira dar ideias. Todos serão muito bem vindos

Quais benefícios pode gerar a participação nesse projeto?
Ofereço uma experiência de aprendizado nesse projeto. Acredito que ele abrange uma grande gama de aspectos do desenvolvimento de jogos, e trabalhando com esses, a equipe só tem a se beneficiar profissionalmente.

Fica ai a proposta. Espero que o Gabriel encontre o que falta para seu projeto aqui no Abrindo o Jogo!
Eu já fiz algumas contribuições e farei outras mais. Agora, contamos com vocês!

Para saber mais sobre o jogo, acesse:
http://steamcommunity.com/sharedfiles/filedetails/?id=120470216

Autor: Bárbara Bueno Ver todos os posts de
Sou Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade do Vale do Sapucaí (Univás), Coach pelo Instituto Brasileiro de Coaching - IBC e, além de exercer as atividades de coach e assessora administrativa e contábil como autônoma, atuo no mercado de personalizados como sócia-diretora da Bigcat Artigos Personalizados. Explorando minha veia artística, tive alguma experiência na realização de projetos gráficos, impressão off-set e, em projetos escolares, no processo de criação e edição de vídeos educativos. Contudo, meu ponto forte reside na escrita, desenvolvida desde a infância e premiada pelo SESC Santo Amaro em 2003. Possuo mais de 30 personagens, envolvidos numa série de histórias de ficção. Jogadora hardcore e defensora de graphic adventures no estilo point and click, estudo o mercado e técnicas de desenvolvimento de games, a fim de ver gameficada a minha criação.

2 Comentários em "Domino Effect"

  1. Hélio Gomes 16/09/2013 at 20:28 - Reply

    Que orgulho de ti, Gabrielzinho.
    De gordinho bulinado à gamemaker. :3

  2. Beatriz 25/09/2014 at 21:30 - Reply

    Muito bom.
    Achei “show de bola”, tem muito talento para games.

Deixar um Comentário