Etapas de um Character Design – Parte 1

Post1

Por: Dado Almeida

1º Moodboard (Prancha de Referências)

Uso referências pra qualquer trabalho mais sério.

Mesmo que o realismo não seja a meta, ter um ponto de partida me ajuda no processo de criação.

Criar o Moodboard foi o primeiro passo nessa ilustração.

Sabia que a minha re-leitura do Warwick iria explorar a variante Hiena do personagem – então busquei várias imagens do animal: armas, marcas tribais, roupas e acessórios.

Claro que, antes de começar a busca por referências, é preciso saber `o que procurar`.
Um sketch ou mesmo uma descrição escrita (como no caso dessa ilustração) ajudam a orientar e otimizar o tempo gasto no Google Images/Pinterest.

Aqui umas dicas práticas pra essa etapa:

  • Montar a Prancha de Referências é mais prático do que ter as imagens isoladas pois você pode organizar por temas, detalhes, características, etc. É melhor ter uma visão geral das referências pra encontrar o “mood” do personagem.
  • Pra criar a Prancha você pode usar um PSD gigante e/ou uma ferramentinha marota chamada PureRef (http://www.pureref.com/)
  • Gosto do Pinterest pois as imagens lá passaram pela curadoria dos outros usuários. Mas uma busca old-style no Google Images traz resultados mais variados, muitas vezes o fator surpresa (quando não NSFW) podem gerar nova idéias.
  • Aprenda a limitar suas referências num só tema (nesse caso, hiena, tribal, com peles, ossos e madeira). É comum ver designs por aí onde fica claro a mistureba de imagens só pra parecer criativo.
DADO cria Arte para Vídeo-Games.
Seu portifólio, links e projetos pessoais estão no http://www.dadoalmeida.com
Autor: Everton Vieira Ver todos os posts de
Sou Bacharel em Análise de Sistemas pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel) no ano de 1999. Minha paixão por games é de longa data. Porém, em 2003 tornei essa paixão uma profissão. Durante oito anos atuei como Game Designer e Arquiteto de Software em mais de 30 projetos de Serious Games (simuladores) para grandes empresas do país. Atualmente sou sócio-fundador da Izyplay Game Studio, onde exerço o cargo de Diretor de Criação. Além do envolvimento corporativo, também participei da organização da Pós Graduação em Arquitetura e Desenvolvimento de Jogos Digitais na FATEC SENAC Pelotas. Minha área de interesse e especialização é Game Design e Inteligência Artificial.

Um comentário em "Etapas de um Character Design – Parte 1"

Deixar um Comentário