Etapas de um Character Design – Parte 2

Post2

Thumbnailing

Por: Dado Almeida

A idéia de fazer thumbnails utilizando valores, ao invés de linhas, veio da técnica que aprendi com o Björn Hurri.
Ao fazer dessa forma, mais uma vez, cria-se restrições que estimulam o descobrimento de novas idéias. Mas há um outro benefício em se fazer desse modo.

Desde os primeiros tutoriais do Feng-Zhu (um dos primeiros Concept Artists a ensinar pela web) testei diferentes variações do Thumbnailing: usar silhuetas chapadas, usar o Alchemy pra gerar formas randômicas, fechar os olhos e rezar a Gaia que mande uma boa idéia…
Todas são válidas e, ao menos que você esteja ‘naqueles dias’, sempre vai surgir algumas idéias candidatas ao design final.
Porém o problema é quando você precisa incluir um outro par-de-olhos no processo de criação (audiência, cliente). Pra eles, a informação mesmo nos estágios iniciais precisa ser legível – e mostrar rabiscos ou manchas randômicas não é a melhor opção.
Com a técnica dos 3 valores os thumbnails acabam ficando ‘legais’ por tabela, pois desde cedo há a preocupação com a colocação das formas (brushstrokes mais precisos) e distribuição dos tons (áreas escuras, áreas claras) no design.
Olhando a imagem novamente não me lembro porque escolhi àquela variação. Deve ser a cabeleira estilo-Tina-Turner’. Alguma compensação psicológica por Eu ser careca… ;-D

DADO cria Arte para Vídeo-Games.
Seu portifólio, links e projetos pessoais estão no http://www.dadoalmeida.com

Autor: Everton Vieira Ver todos os posts de
Sou Bacharel em Análise de Sistemas pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel) no ano de 1999. Minha paixão por games é de longa data. Porém, em 2003 tornei essa paixão uma profissão. Durante oito anos atuei como Game Designer e Arquiteto de Software em mais de 30 projetos de Serious Games (simuladores) para grandes empresas do país. Atualmente sou sócio-fundador da Izyplay Game Studio, onde exerço o cargo de Diretor de Criação. Além do envolvimento corporativo, também participei da organização da Pós Graduação em Arquitetura e Desenvolvimento de Jogos Digitais na FATEC SENAC Pelotas. Minha área de interesse e especialização é Game Design e Inteligência Artificial.

2 Comentários em "Etapas de um Character Design – Parte 2"

Deixar um Comentário