Leitor no Controle – Postmortem do Jogo Double Jumper

Hoje, na coluna Leitor no Controle, o Gabriel Araujo dos Santos nos conta como desenvolveu seu jogo Double Jumper, para Windows Phone, desde sua inspiração até a distribuição no Marketplace. Esta plataforma é muito nova no Brasil, e o Gabriel está entre os pioneiros no desenvolvimento para ela.

Mas além da peculiaridade da plataforma, o post do Gabriel é um exemplo. Mostra como é insistir no sonho apesar das dificuldades, e focar em um projeto pequeno e com ele conhecer todas fases do processo (e suas dificuldades). É o tipo de relato que tanto instrui como inspira. Leitura obrigatória para o iniciante.

O material abaixo é um resumo do post feito pelo Gabriel no nosso fórum. O post original é bem longo e tem ainda mais informações. Você pode ler ele aqui.

Olá, meu nome é Gabriel Araujo, tenho 26 anos, natural de Parnaíba – Piaui, atualmente morando em Cuiaba – MT. Infelizmente longe dos grandes polos de tecnologia…
Trabalho com programação em C# já ha 7 anos, atualmente trabalho no Tribunal de Justiça de Mato Grosso como Analista de Sistemas.

Este é um post póstumo sobre como foi o desenvolvimento do Jogo Double Jumper, na tentativa de incentivar outros desenvolvedores a compartilhar suas experiencias.

Era uma vez …

Esse é meu primeiro game publicado. Como todo desenvolvedor sempre tive vontade de fazer meu próprio game. Como programador em C# o caminho mais fácil é utilizar o XNA Framework, não é uma engine, porem nunca levava a sério com a desculpa que não tinha por que perder tempo com isso se ninguém jogaria. Com a ascensão do modelo de negocio das lojas de aplicativos (Steam, App Store, etc) vi uma motivação, porém C++ com DirectX é muito hardcore pra ser um hobby e aprender Objective C é muito sofrimento, trabalhar com java no android, por algum motivo, sequer passou pela minha cabeça…

Quando surgiu o primeiro SDK para desenvolvimento para Windows Phone, minha motivação aumentou. Desenvolver um Jogo, pra min seria por diversão de final de semana, não queria dor de cabeça… então nos tempos livres comecei a brincar com o código, coisas simples…

O primeiro desafio foi fazer um retângulo se mover e colidir com outro retângulo e se mover na direção contraria ao impacto… ótimo, a parte mais difícil foi desenhar o retângulo na tela uma vez que o XNA é um framework te ajuda a printar coisas na tela e atualizar estados e só… não é uma engine completa com milhares de funções pre-defindas… felizmente o site da MSDN (Microsoft Developer Network) é muito completo e útil em todo tipo de tutorial e exemplos, a Microsoft é uma empresa maléfica porém ela trata muito bem seus desenvolvedores.

Era uma vez… jogando um mmorpg chamado lineage2, um colega passa o link do “Robot Unicorn Attack”, na hora foi humilhado pelo visual multicolorido do jogo, mas 10 minutos depois tudo mundo parou de jogar o tal mmo pra ficar disputando Score no jogo do unicornio robo. Isso já tem uns três anos…

Eu gostei particulamente porque era tudo que que queria fazer em Sonic 2, isto é, Correr e pular como se não houve amanhã. No sonic, apesar de ser um jogo rápido, o game design segue muito o estilo “labirinto”. Isso na minha opinião limitava muito o jogo…

Quando comecei a brincar com jogos, mais ou menos depois de ouvir o Podcast “Double Jumper – Eversion”, comecei a fazer uma engine de jogo de plataforma apenas pelo prazer de programar algo diferente de telas que se limitam a trazer e enviar dados do banco pra tela e virse-versa. Logo as coisas foram tomando forma. Mostrei para uns colegas de trabalho e eles me disseram que eu poderia ganhar alguma grana fazer algo para celular… ainda não tenho muita certeza sobre isso…

Então determinei um escopo para o Jogo: O gameplay será mais baseado no Robot Unicorn Attack, isto é, a tela se move automaticamente e destrói os inimigos com um “Dash”. Adicionei dois novos elementos, um botão para retardar o tempo, assim você não fica cego e pode calcular melhor o tempo do seu pulo, esse botão somente fica habilitado depois de uma certa velocidade (que também tem peso no highscore).
Outro elemento é o um shield, estilo chupado do jogo sonic …

Fiz do Jeito que Deu

De fato o visual é o maior problema, com a ideia de produzir algo para celular, tenho no Twitter procurado ilustradores afim de participar do projeto, primeiramente queria fazer uma “parceria”, depois já estava disposto a pagar pelo serviço… tem uma galera boa BR no deviantart, queria fazer um personagem mais engraçadinho, tipo o pateta (hehe). Mas a galera que tá iniciando sempre quer ter seu próprio projeto artístico, então oferecei um papel em branco, o cara poderia sugerir o visual e ate o game play… eu só queria programar de fato.. mesmo assim nada…

Com a Engine 80% pronta para um jogo de plataforma e ainda usando quadrados para simular os personagens decidi me aventurar pelo mundo fantástico do pixel art, vi alguns videos no youtube… e me lembrei de uma engine chamada MUGEN, procurei alguns sprites, comecei a desenhar por cima.

Fiz do meu jeito, mas ao menos produzi algo em vez de ficar estagnado. Afinal é meu primeiro jogo não espero revolucionar o mundo no primeiro jogo. Segue abaixo um exemplo tosco da forma que estou desenhando as plataformas no Paint. Se alguns se sensibilizar com a minha causa será bem vindo a participar do projeto.

Desenvolvimento

A fase de desenvolvimento foi baseada no descomprometimento e amadorismo… isto é, só sentava pra desenvolver no final de semana e mesmo assim era um final de semana sim, oito não… no inicio estava desenvolvendo somente no emulador do windows phone sdk. Quando o jogo começou a tomar forma, num ato de loucura e desespero de me livrar do vicio de jogar um MMORPG chamado Lineage 2, já citado anteriormente, vendi meu personagem no jogo com todos os itens. Consegui mais de 2mil reais nisso, com parte da grana, então, comprei um celular com o Windows Phone no Mercado livre. Na época existia um hack que você poderia fazer o deploy do jogo mesmo sem ser um desenvolvedor registrado. Isso melhorou muito a visualização do gamedesign e de como fazer o jogo se tornar mais interessante, utilizava alguns colegas de trabalho como beta teste…

Cada dia eu tinha uma ideia para incrementar o jogo, cada amigo que via o jogo viajava mais ainda na maionese. A maior dificuldade do desenvolvimento são as imagens, durante centenas de milhares de anos procurei um ilustrador para me ajudar com o projeto. Por fim fui obrigado a simplificar o jogo e fazer as imagens no MS Paint com minhas próprias mãos, digo clicks…

Publicação

No meio do ano de 2011 o jogo estava “pronto”, quero dizer, jogável… e sem um ilustrador para me ajudar não tinha como evoluir mais o gameplay. Então literalmente liguei o f**a-se e paguei a licença de publicação na Marketplace do Windows Phone, 99 Doletas no cartão de credito internacional de um colega…

A publicação na Loja da Microsoft foi muito simples, e foi relativamente rápida, num ato de noobisse (“amadorismo” – nota do editor) eu marquei a publicação automática após a aprovação e o jogo foi ao ar no dia 16 de agosto (uma terça feira). Não faça isso. Minha ideia era ter publicado no sábado. Após a publicação o site de report tem um delay de 1 semana para poder começar a gerar estatística… uma semana depois para minha surpresa o jogo foi bem recebido.

Publiquei o Jogo “Double Jumper” na Marketplace do Windows Phone dia 16 de agosto totalmente Free.

Em 3 dias de lançamento (16, 17 e 18) o jogo teve:

  • 5.672 downloads;
  • 57+ Reviews
  • 6 Crashs
  • Ficou na media de 3.5 Estrelas, sendo o máximo de 5 Estrelas;

Uma dica: a primeira semana é a mais importante, é tudo que você tem, seu jogo estará no Topo do News e será a sua maior visualização, eu errei ao publicar o jogo sem um bom acabamento, na publicação o jogo sequer tinha musica de fundo… posteriormente eu inclui High-Score com Rank online essas features com certeza aumentariam a recepção do Jogo.

Por mais incrível que pareça o meu jogo estava publicado em tudo quanto é pais, mas o Brasil estava de fora. Até porque a maioria dos usuários estão voltados para a Marketplace americana, até mesmo os brasileiros acessam as lojas de App americana.

Todo conteúdo Audiovisual publicado aqui é necessário ter uma Classificação Indicativa. Do site da Marketplace fui redirecionado para o Site do Ministério da Justiça onde, em resumo, dizia o seguinte: você tem que enviar um documento via correio de um formulário sobre seu jogo e escrever um pouco do como é o jogo e PLUS você deve enviar uma mídia jogável ou vídeo gameplay para analise. Esperar 20 dias de burrocracia, se aprovado você tem que esperar seu jogo sair no Diário Oficial (não sei se isso tem custo $) … ai, publicado, você usa o PDF da pagina do Diário Oficial para provar sua classificação Indicativa (Pelo menos foi isso que eu entendi)…

Também publiquei na União Europeia, fui redirecionado ao site de lá, preenchi via web um formulário sobre o jogo, fiz upload de algumas imagens, solicitei classificação livre … e depois de alguns minutos, misteriosamente, estava na minha caixa de email a resposta com um PDF em anexo … enviei o PDF para o site da Marketplace e 3 minutos e pronto, publicado.

Entrei em contato via Twitter com um cara da MS Brasil o @RodoCarmo pedindo ajuda de como publicar aqui no brasil… logo em seguida outra pessoa entrou em contato comigo dizendo que não era tão complicado assim, mandei o link do site do Ministério da Justiça … ele só respondeu uma carinha triste …

Mais tarde um contato do Ministério da Justiça (@classind) se prontificou em cuidar do meu caso, me mandou um endereço de email para conversar diretamente comigo, disse que não preciso enviar nada por correio. Eu posso imprimir o formulário, responder, assinar, digitalizar e enviar por email… o jogo tb não precisa enviar, pq a MS disponibiliza acesso a Marketplace a eles para testarem todos os jogos (pelo que eu entendi).

O jogo foi publicado na Marketplace Brasileira. Tive, dada as devidas proporções, relativamente muitos downloads, porém os reviews (estou falando dos reviews dentro da própria Markeplace) dos brasileiros são desmotivadores, alguns deles são até ofensivos. Mesmo sendo um jogo 100% free, os comentários são muitos maldosos, num ato de tristeza fui pesquisar os reviews de outros jogos de grandes publicadores e apps de grande nome, os comentários são igualmente negativos, acho que isso é mais ou menos da nossa natureza.

Relatórios e reviews

Total: 128.128 Downloads

Vídeo da versão Beta pra vcs terem uma ideia

Review em um Site Americano

Review em um Site Russo

Review no Hot Apps do Site da Microsoft

Pequeno review em um site gringo

Autor: Luiz Nörnberg Ver todos os posts de
Sou Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel), onde também atuei como professor. Desde a época da faculdade (mais de quinze anos atrás) a paixão por jogos tem sido importante no meu direcionamento profissional. Sou sócio-fundador do Izyplay Game Studio, onde exerço o cargo de Diretor de Tecnologia. Sempre tive grande foco em desenvolvimento em Java, embora tenha migrando para a tecnologia Adobe AIR em função de sua portabilidade. Ah, e é claro, dou meus palpites no game design.

10 Comentários em "Leitor no Controle – Postmortem do Jogo Double Jumper"

  1. wesley 12/04/2012 at 16:48 - Reply

    Muito bom o jogo! Gostaria de te dar uma sujestão, colocar inimigos! Iria ficar show de bola!
    Aguardo o proximo game!

  2. Rafael 12/04/2012 at 16:50 - Reply

    Como desenvolvedor, também sinto a mesma vontade de fazer meu próprio game, a diferença é que você fez! Parabéns pela iniciativa e curti o relato, são informações valiosas!

    Continue o bom trabalho.

  3. Paulo Henrique 12/04/2012 at 16:53 - Reply

    Mto bom o jogo! Gabiru mandou bem!!!
    Bora juntar uma gurizada aqui do trampo e fazer um game brutão! hehehe

    flws guri!
    parabens!

  4. William 12/04/2012 at 17:02 - Reply

    Considero o Gabriel e seu jogo como um caso de sucesso mesmo sem ter envolvimento financeiro. Fez tudo por vontade, enquanto muitos de nós ficamos na barreira do “não sei se vai dar certo”.

    Da satisfação de falar que “eu tenho um colega que fez um jogo, e já teve x downloads, o jogo é copia de outro, mas tem outros recursos legais, e ele está fazendo outro também, em outro estilo, e faz isso só por brincadeira… “.

  5. Michael Montalvão 12/04/2012 at 17:05 - Reply

    Valeu a dica Gabriel, o jogo parece mesmo ser muito bom… e é muito bom ver alguém do Brasil conseguir sucesso nessa área que é quase dominada pelos gringos. PS: não liga pro comentário da galera não, os comentários dos brasileiros são quase sempre maldosos na internet (youtube por exemplo).

    Parabéns, espero ver mais jogos seus.

  6. Walmir 12/04/2012 at 19:23 - Reply

    Muito bacana o post, parabéns ao Gabriel pela iniciativa e persistência!
    Além de tudo os números(downloads), são bastante motivadores para quem esta pensando(dormindo e jogando LineAge entre outros) em desenvolver games e aplicações na plataforma mobile.
    Até…

  7. Leonardo Zimbres 12/04/2012 at 21:18 - Reply

    Gabriel, muito obrigado por compartilhar seu post-mortem!
    Fiquei particularmente curioso com os comentários negativos brasileiros. Qual é a proporção de comentários negativos comparados a outros países?

    Bem, eu vivo perambulando pelo google play (antigo android market), e encontrei esta pérola:
    http://www.leonardozimbres.com/roletarussaruim.jpg
    Aliás devia postar isso no facebook alguma hora.

    Essa moçada não bate bem mesmo.

  8. Leandro Vian 13/04/2012 at 08:09 - Reply

    Já tinha postado isso no forum, mas vou postar denovo. Parabéns Gabriel, deve ser muito bom saber que seu jogo foi baixado e jogado por mais de 120mil pessoas. São poucos que podem dizer que fizeram um jogo que teve essa quantidade de downloads.

    Abraços

  9. Nelson 14/04/2012 at 08:58 - Reply

    Achei muito massa sua iniciativa.
    E apesar da dificuldade que é ter algum designer por perto você resolveu “dar seus pulos” e continuar o processo.
    Sem contar a burocracia para publica-lo. Eu acho que se fosse comigo a probabilidade deu deixar de lado era bem alta viu… :)

    Parabéns pelo sucesso do jogo e que venha o próximo!

  10. Marcelo Martins 18/04/2012 at 18:42 - Reply

    Gabriel,

    Parabéns pelo seu trabalho! Para um primeiro jogo, os resultados foram excelentes e, o mais importante, você ganhou experiência e confiança. Você sabe que é possível e agora está pronto para fazer mais jogos.

    Não ligue pros comentários ruins. Normalmente, são feitos por pessoas que não tiveram a mesma coragem que você.

    Te desejo muito sucesso!

Deixar um Comentário