Para quem não tem jeito com o Pixel Art

Pois é, conforme o Samuel está explicando nos seus posts sobre Pixel Art, não é tão difícil criar seus próprios sprites de jogos. Mas que dá trabalho dá! Do ponto de vista do programador, o que queremos é ter um jogo rodando de uma vez e que bom se pudermos achar os gráficos prontos para ele, para nos concentrarmos no algoritmo…

Este artigo aponta para vários sites que disponibilizam sprites retirados de jogos existentes e que, embora seja uma prática ilegal, é utilizada por muitos iniciantes como placeholders durante o desenvolvimento.

É importante alertar sobre uma coisa: os sprites disponibilizados nas páginas abaixo são ilegais. Eles não foram criados pelos autores dos sites, tendo sido, isto sim, ripados (pirateados) de jogos existentes. Ou seja, esse pessoal está distribuindo o trabalho de outros artistas e sem dar um tostão a eles.

O último link da lista é a exceção: uma biblioteca muito conhecida dos desenvolvedores iniciantes de jogos, que é disponibilizada pelo autor de graça há vários anos, inclusive para projetos comerciais. Quanto aos outros, pelamordedeus não vá criar um jogo com esses sprites e querer vender. Se usar para fins educacionais, a coisa ainda pode ser perdoada.

O Abrindo o Jogo não incentiva práticas ilegais, principalmente relacionadas a pirataria de jogos. Porém, no caso dos sprites abaixo, é uma prática tão comum – e, acredito, tão válida para o aprendizado – que resolvi publicar aqui.

Segue então, uma lista selecionada de sites que disponibilizam sprites de jogos. Uma ótima forma de aprender programação é criar clones de jogos que você gosta. Neste caso, os sites abaixo vem bem a calhar.

O que pode ser um problema no uso destes sprites nos dias de hoje, onde tudo é em alta resolução, é seu tamanho diminuto. Afinal, os jogos de onde foram tirados eram em resolução menor que 640×480 (geralmente um quarto disto, 320×240). Vários programas podem ser utilizados para aumentar as imagens, mas recomendo um em especial: o Scalar, disponível em um link no site da biblioteca Slick2D. O software é em Java e roda diretamente da web via Web Start, bastanto clicar no link abaixo (você precisa ter o Java instalado).

Ele aplica o mesmo algoritmo utilizado em muitos emuladores para aumentar a resolução dos sprites mantendo a nitidez (ou seja, se dar aquele efeito de borrado, fora de foco) e identifica os contornos serrilhados tornando-os em linhas suaves. O resultado é realmente excelente, como podem ver no sprite abaixo, aumentado em 3x.

Sprite no tamanho original e abaixo ampliado 3x.

Quem quiser pode recomendar outros sites do gênero nos comentários.

Autor: Luiz Nörnberg Ver todos os posts de
Sou Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel), onde também atuei como professor. Desde a época da faculdade (mais de quinze anos atrás) a paixão por jogos tem sido importante no meu direcionamento profissional. Sou sócio-fundador do Izyplay Game Studio, onde exerço o cargo de Diretor de Tecnologia. Sempre tive grande foco em desenvolvimento em Java, embora tenha migrando para a tecnologia Adobe AIR em função de sua portabilidade. Ah, e é claro, dou meus palpites no game design.

2 Comentários em "Para quem não tem jeito com o Pixel Art"

  1. anonimo 17/08/2015 at 17:18 - Reply

    Poxa. Foi muito legal vc ter mencionado o problema de usar sprites de outros jogos. Eu estava na dúvida sobre isso… Então quer dizer q desde q a pessoa nao queira ganhar dinheiro com o jogo criado, nao tem problema em usar sprites de outros jogos, certo?

    • Everton Vieira 18/08/2015 at 09:19 - Reply

      Olá,

      Na verdade, utilizar sprites de outros artistas em seu game, mesmo que ele não seja um game comercial, não é uma boa. O ideal seria você entrar em contato com o criador e pedir permissão para uso. Mas, vale lembrar que há vários sites com sprites realmente free.
      A dica do post é muito voltada para protótipos. Você pode utilizar os sprites de outros jogos como placeholder no seu game, permitindo que já seja possível testar o gameplay. 😉

Deixar um Comentário